segunda-feira, 14 de abril de 2014

Dino Franco e Mouraí discografia

Dino Franco e Mouraí - Manto Estrelado (1984)

Baixe agora!

Opção 01
 Opção 02

1) Rainha do interior - José Homero-Tenente Wanderley
2) Casa pobre - Dino Franco
3) Manto estrelado - Dino Franco-Tenente Wanderley
4) Estória esquisita - Dino Franco-Agildo C. Mieli
5) Direitos iguais - Dino Franco-Tenente Wanderley
6) A hipoteca - Dino Franco-Oswaldo de Andrade
7) Lágrima das flores - Dino Franco-Virgínia Guimarães
8) Não me abandones - Raul Torres-Nolo Lopes-A Cabrera
9) A espanhola - Vicenzo Di Chiara-Aparecida Melo
10) Escondendo sentimentos - Dino Franco-Tenente Wanderley
11) Barqueiro solitário - Dino Franco-Oswaldo de Andrade
12) O maior calote - Dino Franco-Nhô Chico



Dino Franco e Mouraí - Sertanejo Sem Mistura ( 1981 )

Baixe agora!

Opção 01
Opção 02
1) Três namoradas - Dino Franco/José Fortuna
2) Mestiça da Fronteira - Dino Franco/Oswaldo de Andrade

3) Cara ou coroa - Dino Franco/Cid Ribeiro

4) Arrependimento - Raul Torres

5) Cicatrizas da alma - Dino Franco/Siqueira Martins

6) Sertanejo sem mistura - Dino Franco/Nhô Neco
7) Avança matungo, avança - Zé Venâncio/Dino Franco
8) Dois amantes - Vicente P. Machado/Dino Franco
9) Viagem ao meu passado - Dino Franco/Tenente Walderley
10) Pioneiro do sertão - Luiz de Castro/José David Vieira
11) Berrante pantaneiro - Dino Franco/Hilde Moreira
12) Pescaria no mogi guaçu - Dino Franco/Caetano Garrido




Dino Franco e Mourai - Vol. 11 ( 1994 )

Baixe agora!

01. Cavalo Preto (Anacleto Rosas Junior)
02. Cheiro de Relva (Dino Franco/José Fortuna)
03. Amargurado (Dino Franco/Tião Carreiro)
04. Erro de Soma (Dino Franco/Tenente Walderley)
05. Velho Marujo (Pedro Ornelas/Dino Franco)
06. Minha Mensagem (Dino Franco/Nhô Chico)
07. Família do Interior (Dino Franco/Orlando Fernandes)
08. Arroz a Carreteiro (Palmeira/Mario Zan)
09. Falando As Estrelas (Dino Franco/Tenente Walderley)
10. Lição Final (Dino Franco/Tenente Walderley)
11. Amor Traiçoeiro (Dino Franco/Roberto Lima)
12. Caboclo da Cidade (Dino Franco/Nhô Chico)


Dino Franco e Mouraí - Evolução



Caro colega Marcio de Paula, aqui está a música que me pediu!

Baixe!


Meu senhor onipotente 
Olhai para essa gente que esta sofrendo demais 
Pelo jeito que estou vendo 
Nossa paz está morrendo, chegando seus dias finais. 
Meu querido pai terno 
Neste ambiente moderno é só tristeza que traz 
Ambição, ódio e maldade 
Que destrói a humanidade são obras do satanás. 

Não existe mais sossego 
É só fome e desemprego em um ritmo veloz; 
Se ouve no mundo inteiro 
O grito de desespero, o clamor de uma voz. 
Nós estamos condenados 
Pegando pelos pecados do ganancioso atroz 
Enquanto existir vaidade 
O bom Deus da eternidade não vai sorrir para nós. 

Não resisto minha mágoas 
Muita seca, pouca água tudo fora do normal 
Vejo o pai desesperado 
Com o seu filho viciado pelo caminho do mal. 
Vejo intrigas, vejo guerra, 
Vejo tremores de terra neste chão universal 
O que vem acontecendo 
Já me fez ficar prevendo nosso juízo final. 

Os grandes homens do invento 
Mudaram de pensamento são contra nossa harmonia 
Esqueceram que num prédio 
Falta comida e remédio, falta conforto e alegria. 
A derradeira conquista 
Foi a coisa mais sinistra no campo da engenharia 
Com a bomba nuclear 
Só falta mandar pro ar o que foi feito em sete dias.